Passar para o Conteúdo Principal Top

logo_educa_mais

Educação_4

Município de Ponte de Lima Implementa Projeto "Soy Niño, Sou Criança"

Img 4378 1 1024 800
2014/12/02
O Município de Ponte de Lima como entidade de referência na promoção de cultura, de valores e de princípios de justiça, igualdade e respeito, encontra-se a implementar o projeto Soy Niño, Sou Criança, em seis estabelecimentos de ensino, ...
O Município de Ponte de Lima como entidade de referência na promoção de cultura, de valores e de princípios de justiça, igualdade e respeito, encontra-se a implementar o projeto Soy Niño, Sou Criança, em seis estabelecimentos de ensino, nomeadamente nos Centros Educativos da Feitosa, Correlhã, Cabaços, Vitorino dos Piães, Arcozelo e Refoios, com articulação da Biblioteca Municipal.

O projeto da autoria de dois investigadores da Universidade do Minho, debruçar-se-á sobre a temática “Educomunicação, Ambiente e Cidadania Infantil”.

Estimular as crianças a descobrir o valor da palavra e do papel da comunicação responsável; promover a consciência ambiental na infância e o compromisso com o outro, bem como fornecer espaços de participação e cidadania infantil às crianças de zonas rurais e urbanas com idades entre os 8 e os 10 anos, são os objetivos gerais do projeto, que inclui ainda a produção de pequenas rubricas em formato de campanhas de rádio; exposições e atividades livres de exploração lúdica.

Com a duração de três meses, o projeto está a em fase de arranque prolongando-se até fevereiro de 2015. No final de cada ação realiza-se uma mostra dos trabalhos de cada escola, culminando a iniciativa com a exposição “Janelas de Luz para a Infância” reunindo os trabalhos das seis escolas envolvidas neste projeto a expor na Biblioteca Municipal de Ponte de Lima.

O projeto "Soy Niño, Sou Criança" chegou a Ponte de Lima em 2011 e já dinamizou ações na Área Protegida das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro de Arcos. Construir uma escola de comunicação para os mais jovens é a principal missão do "Soy Niño, Sou Criança" divulgado em diversos países, nomeadamente no Canadá, Brasil, França e Portugal.